Discutir os problemas existentes no Sistema de Transporte Público no Benedito Bentes foi o propósito da Audiência Pública da Câmara Municipal de Maceió, realizada na terça-feira (28), na praça Padre Cícero, ao lado do Terminal de Integração do maior bairro de Maceió. A sessão foi presidida pelo vereador Siderlane Mendonça (PEN), propositor da audiência, e contou com a presença de técnicos da SMTT, representante da empresa Real Alagoas, lideranças comunitárias e parte da comunidade.

Durante a sessão foram apresentadas reclamações e sugestões para melhorar e mudar o atual sistema de integração do transporte público no bairro - composto por 8 linhas troncais, 13 linhas alimentadoras e 3 linhas circulares. A principal reclamação apresentada pelos usuários presentes à audiência refere-se à demora na espera dos ônibus, tanto dentro no terminal - que pode chegar a 40 minutos - como também nos pontos de parada. Segundo o pastor Val Santos, apenas 3 ônibus estão disponíveis para transportar 10 mil moradores do conjunto Aprígio Vilela. "Além de ficarmos exposto ao sol, temos que esperar até 40 minutos por um ônibus que sempre sai lotado com destino até o terminal de integração, onde descemos para pegar outro ônibus. Ou seja, mais espera na fila".

Dentre as várias sugestões de melhoria apresentadas, uma delas, feita pelo líder cultural Carlos Alberto, recebeu apoio do público presente: tornar o terminal de integração um polo de transbordo das linhas troncais que sairiam de 3 terminais e passariam em parte dos 30 conjuntos que formam o bairro, cuja população é estimada em 220 mil habitantes. As comunidades distantes das vias arteriais seriam atendidas por ônibus circulares com destino ao Terminal de Integração, de onde as linhas troncais sairiam com destino aos vários bairros de Maceió.

A primeira audiência pública realizada em praça pública pela Câmara Municipal de Maceió foi assistida atentamente por motoristas de ônibus que estavam no lado de dentro do Terminal. Enquanto aguardavam a hora de saída de seus veículos, um grupo de dez motoristas ouvia atentamente as falas dos participantes da audiência.

No entanto, as decisões sobre mudanças no sistema só serão definidas no dia 15 de janeiro, quando técnicos da SMTT e o representante da Real Alagoas voltarão a se reunir com o vereador Siderlane Mendonça, apresentando planos e projetos para o sistema de transporte público no bairro.