Diante do uso indevido do perfil da Câmara Municipal de Maceió no Facebook, pelo técnico Alan, contratado da empresa Staff, que faz a transmissão das sessões da Casa, atacando o jornalista Luís Vilar, um dos convidados da audiência “Intolerância Religiosa e o desrespeito a entidade familiar tradicional na atualidade”, realizada na manhã desta quinta-feira (14-12), por discordar do conteúdo do seu discurso, a Mesa Diretora esclarece que já adotou todas as medidas cabíveis, notificando a empresa do ocorrido e exigindo o imediato afastamento do funcionário. Ao mesmo tempo, a Câmara Municipal de Maceió vem a público pedir desculpas ao jornalista pelos inconvenientes causados e reiterar o respeito irrestrito à liberdade de expressão, princípio básico da Democracia e de todas as ações do Poder Legislativo Municipal.

Câmara Municipal de Maceió