O jornalista alagoano Gustavo Paes Amorim e o Instituto Life Down foram homenageados com a Comenda Gerônimo Ciqueira, entregue nesta sexta-feira (29) pela Câmara Municipal de Maceió. Um pelo exemplo particular de superação de vida e o outro por ser uma instituição que se dedica diariamente, desde 2015, a ajudar pessoas portadoras de Down em Alagoas.

Criada em 2007, a Comenda é conferida a personalidades e entidades filantrópicas e sociais que se destacaram na defesa da inclusão social, econômica, política e cultural das pessoas com deficiência no município de Maceió.

“Hoje homenageamos Gustavo Amorim, uma pessoa que é exemplo de vida. Lembro dele pequeno e agora é jornalista, tem um blog de esportes em um portal de Alagoas e mora em Florianópolis. Gustavo tem sua autonomia e é um ativista da causa. Já o Life Down é uma instituição que também faz sua parte na luta por melhores dias a pessoas com deficiência em Alagoas. Duas homenagens justas com a entrega da Comenda Gerônimo Ciqueira, um homem cuja trajetória e militância pela causa da pessoa com deficiência dispensam apresentação”, declarou Tereza Nelma, autora da proposição da comenda a Gustavo Amorim e Life Down, representado por sua presidente, Raquel Pereira e Alexsandro dos Santos, atendido pelo instituto.

Raquel, inclusive, foi a primeira dos dois homenageados a usar a tribuna para falar sobre o trabalho que realiza e a comenda Gerônimo Ciqueira.

“Tenho três filhas, de 13, 10 e 4, que é a Júlia, que tem síndrome de Down. Foi uma surpresa e um baque muito grande porque em nenhum momento da gravidez se ventilou a possibilidade. Passei por todos as etapas que a psicologia nos diz, entre eles negar. Naquela noite, eu cheguei a questionar a Deus por que com ela. Enfim, todas as dúvidas me assombravam. Foi dali, de uma mãe que, confesso, nunca sabia nada sobre Down, nasceu a Life Down. A Júlia é linda e mudou não só a minha vida, mas a de muitas famílias, mães, pais. Hoje, dedico-me a fazer com que outras mães não passem pelo que eu passei. Com a Life Down, procuramos fazer inclusão social e dar amor. A entrega dessa comenda hoje à nossa instituição é uma prova de que estamos realizando o que nos propomos”, declarou.

Em seguida, o jornalista Gustavo Amorim também falou a respeito da homenagem recebida e da dificuldade de ter uma deficiência. “Ser diferente dos outros e não frequentar associações aqui em Alagoas com pessoas que são parecidas com você não é fácil. Mas, isso mudou em Recife e Florianópolis, tudo se transformou na minha vida, passei a ser um homem e hoje um jornalista. Infelizmente, a nossa luta é para ser mais inclusiva para as pessoas com deficiência, mas em Maceió o poder público e empresas locais constroem prédios sem rampas, por exemplo, como se os deficientes não fossem gente, e nós somos gente. Temos uma causa para defender e essa homenagem de hoje comprova que temos voz e vamos fazê-la ouvir. Receber a comenda Gerônimo Ciqueira, para mim, é uma forma de me dizer que eu não sou qualquer um”, afirmou Gustavo Amorim.