Há mais de três décadas, a rotina é acordar às 4h da manhã para se arrumar e ser o primeiro a chegar a Câmara Municipal de Maceió, onde começou a trabalhar ainda na década de 80. Responsável pelos serviços gerais da Casa, o muriciense Manoel Inaldo Alves, 70, carinhosamente chamado pelos colegas de trabalho de "Seu Manoel", é um exemplo, neste 1° de maio, Dia do Trabalhador, de funcionário público dedicado às suas atividades na Casa da Mário Guimarães.


"Para mim, a Câmara é minha segunda casa, uma extensão do meu lar. Aqui, graças a Deus, tenho o respeito e carinho de todo mundo, desde meus colegas de trabalho quanto dos vereadores. Sou feliz com o que faço e, se me fosse dado a escolher o que eu gostaria de ser e fazer, é certo que eu queria ser responsável pelos Serviços Gerais da Câmara de Maceió", destacou "Seu Manoel”, que é casado com Maria de Lourdes Santana Alves com quem tem um casal de filhos e dois netos.


Na atual Mesa Diretora, o funcionário ganhou uma trégua com a obrigação de abrir e fechar a Câmara, atividade que exerceu por longos anos. Mas nem por isso deixou de lado os cuidados com o Legislativo municipal e companheiros de Casa. Mais uma demonstração de gentileza que o faz ser bastante querido. "Hoje em dia, ainda chego bem cedo aqui na Câmara, antes de todo mundo e vou logo fazer o café e encher as garrafas para todos os setores. Para mim, é um prazer servir", disse. Mas sua função é garantir que a engrenagem que faz o Legislativo funcionar não pare.


"Atuo como um gestor. Estou sempre atento a tudo. Preciso ver se alguma lâmpada queimou, se os aparelhos de ar-condicionado estão funcionando, se tudo no Plenário, por exemplo, está funcionando para as sessões ordinárias, solenes, especiais e audiências públicas. Se algum aspecto desse não estiver a contento, as coisas não andam. Além disso, o presidente Kelmann Vieira gosta de tudo muito organizado, e também é essa minha maneira de trabalhar desde que entrei aqui há 32 anos", afirmou "Seu Manoel".

Ele dá a receita para ser um dos funcionários mais respeitados da Casa de Mário Guimarães.
"Não sei se sou isso ou aquilo. Porém, acredito que tratar bem todas as pessoas, independente do cargo que ocupem, é o ideal para a boa convivência. Eu procuro fazer isso e, até agora, parece que estou no caminho certo", avaliou. Apesar dos 70 anos, artrose nos joelhos que o obriga a fazer sessões de fisioterapia pelo menos duas vezes por semana, "Seu Manoel" nem cogita aposentadoria. "De jeito nenhum. Às vezes, algumas pessoas falam sobre eu me aposentar, e digo que estou com saúde, lúcido e sou feliz aqui. Portanto, enquanto estiver bem, vou trabalhar", comentou o funcionário que também é pintor profissional e morador do Village Campestre, parte alta de Maceió.

VALORIZAÇÃO – “Seu Manoel” faz parte do quadro de funcionários da Casa que, na atual gestão, têm sido reconhecidos profissionalmente, com aumento real de salário nos últimos anos, melhores condições trabalho, com a mudança para a nova sede, que dará mais espaço e conforto para todos e investimento na modernização da estrutura para que os servidores auxiliem no bom andamento dos trabalhos legislativos.

“Quando assumi a presidência da Casa, firmei o compromisso de fazer o melhor para que os trabalhadores da Câmara fossem valorizados em seus salários e nas condições gerais de trabalho. Apesar das dificuldades por que passa o país, a Mesa Diretora não tem medido esforços para que os funcionários sejam reconhecidos”, destacou Kelmann Vieira (PSDB).